ADOLESCENTE BUSCA POR INFORMAÇÃO DE MEDICAMENTO E SOFRE ABUSO DE FARMACÊUTICO

Um farmacêutico de 54 anos foi preso nessa quinta-feira (12) acusado de abusar sexualmente de uma adolescente de 17 anos que foi até a farmácia pedir para tomar um anticoncepcional.

O caso aconteceu em uma farmácia na Avenida Espigão, do Bairro Tijucal, em Cuiabá, por volta das 13h40.

Conforme o boletim de ocorrência, a menina foi até a farmácia e pediu informações quanto a uma vacina anticoncepcional.

O Abuso

O farmacêutico, dono do estabelecimento, entrou com a menina na sala de medicações e começou a lhe fazer perguntas de cunho sexual, “se ela tinha orgasmo, ou se o namorado dela tinha ejaculação precoce e se ela fazia ‘siririca’”, consta no boletim de ocorrência.

Assustada, a menina perguntou o motivo das perguntas e o farmacêutico respondeu que iria ensiná-la a ter orgasmo.

Ele colocou uma luva em uma das mãos e acariciou o órgão genital da menor. Em seguida, ele levantou a blusa da adolescente e disse: “Olha que peitinho sem estrias”.

A adolescente saiu correndo da sala e foi direto para casa, onde contou à mãe o ocorrido e esta foi com a filha até a base do 9º Batalhão da Polícia Militar.

Os policiais que atenderam a ocorrência relataram que a vítima estava visivelmente abalada e chorando. A mãe contou o ocorrido e os policiais foram até a farmácia.

No estabelecimento, o suspeito alegou que estava apenas orientando a adolescente sobre os efeitos colaterais do anticoncepcional.

Farmacêutico tinha Histórico Policial

Ele foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como importunação ofensiva ao pudor e estupro.

Ao checar o nome dele, constou que o acusado já tinha uma passagem pelo artigo 217 – ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos – no ano de 2010, pela delegacia de Itaúba.