mercadorias

MERCADORIAS FALSIFICADAS ENTRAM NA MIRA DA RECEITA EM OPERAÇÃO NO BAIRRO DO BRÁS

A Receita Federal e prefeitura realizam nesta segunda-feira (2) operação num shopping popular no centro de São Paulo contra o comércio de produtos falsificados.

O alvo da ação é o Shopping 25 Brás, na Rua Barão de Ladário. A expectativa das autoridades é de que sejam apreendidas cerca de mil toneladas de mercadorias contrabandeadas e falsificadas, como relógios, tênis, bolsas, roupas, artigos de luxo, avaliados em R$ 500 mil.

De acordo com os responsáveis pela operação, o shopping é o maior distribuidor de pirataria para São Paulo, outros estados brasileiros e até a América Latina.

Diariamente, ônibus e caminhões chegam de todas as partes para retirarem itens que serão depois revendidos fora de São Paulo.

Fiscalizações

Todos os cerca de 600 boxes do estabelecimento comercial serão fiscalizados. A Prefeitura de São Paulo vai estudar a possibilidade de interditar o imóvel em função de uma série de irregularidades no shopping, que infringem o Código de Obras e Edificações.

A operação deverá durar três semanas e conta com a presença de 300 agentes da Receita Federal, Guarda Civil Metropolitana (GCM) e Subprefeitura da Moóca. Dez caminhões irão transportar o material apreendido para galpões da Receita Federal.

“Pelos levantamentos, além da parte fiscal e de contrabando, tem violação de direito de marca, direito autoral, direito ao consumidor. Uma série. Até produtos controlados pelo Exército são vendidos aqui”, disse o auditor fiscal Alan Towesey.

Segundo dados da Receita Federal obtidos via Lei de Acesso à Informação pela Globo News, de janeiro a julho deste ano houve aumento de 63% no valor de mercadorias apreendidas no estado de São Paulo. Ao todo, R$ 406 milhões de mercadorias foram apreendidas em 2019, sendo R$ 249,5 milhões no mesmo período de 2018.

 Veja os cinco tipos de mercadorias mais apreendidas em 2019:

  • Cigarros: R$ 108,4 milhões
  • Eletroeletrônicos: R$ 44,8 milhões
  • Brinquedos: R$ 35,2 milhões
  • Vestuário: R$ 35 milhões
  • Veículos: R$ 11 milhões

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2019/09/02/receita-federal-e-prefeitura-fazem-operacao-em-shopping-popular-de-sp-contra-produtos-falsificados.ghtml